Futebol

Benfica atropela Midtjylland

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias do SL BENFICA

Massacre total do Benfica, no jogo que inaugurou oficialmente a época 22/23. Vitória por 4-1, na Luz, na primeira mão da 3ª pré eliminatória da Champions, frente ao Midtjylland.

Foi um massacre incrível, não traduzido em golos, uma vez que o Benfica marcou 4, mas podia ter marcado 10!

O Midtjylland até entrou melhor, com 2 cantos obtidos muito cedo e 2 jogadas bastante perigosas, em contra ataque, que foram mal definidas.

O Benfica acordou aos 16′ com o golo de Ramos, isto após escassos minutos do primeiro remate encarnado. Destaque para a jogada genial de Neres antes da assistência, também ela muito boa, com o pé “pior”.

A partir daí, SÓ DEU BENFICA.

Aos 33′ Ramos bisou, aos 40′, Enzo fez o golo da noite e ampliou para 3-0, resultado com que se chegou ao intervalo.

Na segunda parte, o Benfica foi ainda mais avassalador! Faltou a eficácia!

O 4-0 chegou por Gonçalo Ramos, com o primeiro hat trick como sénior.

Os dinamarqueses, completamente contra a corrente do jogo, chegaram ao golo de honra num penalty duvidoso: sim, Morato toca no jogador, mas é na sequência do lance, em que não podia fazer nada. Alheio a isso, Sisto, de longe o melhor da turma dinamarquesa, fez o golo com classe, batendo Odysseas à panenka.

Dizer apenas que entre o segundo e o terceiro golo, o 3° e o 4° e 4° e o fim do jogo, o Benfica desperdiçou uma CATADUPA de golos (Ramos foi o mais perdulário, mas também Henrique Araújo e o guarda redes islandês foram protagonistas) e desperdiçou um dia que podia ser histórico.

Podia, facilmente, acredito eu, ter chegado à maior goleada europeia da sua história.

O benfica tem um pé e 3/4 no playoff, para não dizer 2 pés, por uma questão de respeito.

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias do SL BENFICA

 

Comment here